Boa esperança

Bastante ao sul do planeta, ali embaixo, num cantinho. Um lugar tempestuoso, era lá que muitos navios afundavam. Parecia uma ideia questionável, ruim até, usar aquele trajeto com tantos perigos, riscos. Melhor era se manter seguro. Isso até perceber: apesar dos pesares, era o caminho que levava aonde queriam chegar.

O que era das tormentas por fim se tornou da boa esperança.

, Ella A.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s