.Sam Terri

CONTOS/FOTOGRAFIAS DE SAM

DSC_3369_crop_baixa

Sam é uma pessoa difícil.

Ela pode ser bastante imatura e um tanto dramática, tende a entrar em contradição e seu humor é de uma instabilidade nata. Sentimentos a atingem com uma intensidade imensa, e ela não sabe muito bem como lidar com eles, por isso tende a tomar atitudes impulsivas e impensadas. É autodestrutiva e parte do seu trabalho é usada para reconstruir seus pedaços quebrados no processo de autodestruição.

Dona de sua sexualidade, sente-se confortável com o próprio corpo e com o corpo dos outros. Estabeleceu forte vínculo com a nudez e formas corpóreas e gosta de utilizar-se delas em suas imagens.

Encontra-se confortável em ambientes noturnos, e já conheceu muitas personalidades interessantes deste imaginário. Aprecia expô-las em textos, mas em suas imagens a identidade é preservada: pessoas aparecem apenas como corpos,  porque  considera que o corpo basta como expressão. Sam se envolve muito com estas pessoas, possui uma relação concreta com aqueles que retrata ou escreve como personagem. Ela as conhece muito bem e tem necessidade de apresentá-las ao mundo.

Porém, ao mesmo tempo em que ela possui este entrosamento com outros, ela é uma pessoa muito absorta em suas próprias questões, egocêntrica. As outras pessoas são importantes apenas enquanto pertinentes a Sam, e seu prazer está mesmo em falar de si, mesmo quando falando dos outros.

 

Estou dizendo, Sam é uma pessoa difícil, muito difícil. Mas é também muito divertida.

Anúncios